Mascote Portal Paraíba

Dr. Antonio W. B. C. Teixeira

drteixeira@yahoo.com

Pós-Graduação em Geriatria e Gerontologia na Universidade Federal Fluminense (Rio de Janeiro). Pós-Graduação em Clínica Médica na Santa Casa de Misericórdia RJ (Rio de Janeiro). Pós-Graduação em Geriatria no Instituto Nacional de Geriatria e Gerontologia “Ana Aslan” (Bucareste – Romênia). Pós-Graduação em Medicina Ortomolecular na Universidade Veiga de Almeida (Rio de Janeiro). Pós-Graduação em Geriatria e Gerontologia na Universidade “Carol Davila” (Bucareste) – Atende no Recife, no Rio de Janeiro e em Brasília.

Publicado em 03/09/2008 às 14:34:45

A medicina ortomolecular na atividade esportiva e no envelhecimento

Quando pensamos em um atleta, sempre nos vem à imagem do super-homem, em outras palavras um ser humano escultural, com uma saúde invejável e uma capacidade física admirável. Porém, não muito raro alguns atletas são acometidos de doenças, às vezes, de modo súbito e chegando a alguns casos a fatalidade.
Por que isso ocorre então, já que é comum exigir dos atletas exames médicos periódicos e até rigorosos?
Como é de conhecimento atual, sabemos que alguns atletas chegam a fazer uso de drogas (doping) no afã de superar sua própria capacidade física e romper limites, e é deste modo irresponsável e consciente, que põem em risco à saúde e a até mesmo a vida do atleta.

Os exigentes exames médicos e avaliação da capacidade física a que são submetidos essas pessoas, traduzem uma verdadeira seleção de saúde. Mesmo assim, encontramos diferentes desempenhos e níveis de competitividade.

Como então explicar, as grandes diferenças nas performances encontradas em atletas de um nível de saúde física e mental equivalente?

O nosso corpo é uma verdadeira máquina humana. Mesmo que a máquina esteja íntegra, faz-se necessário o uso de bons lubrificantes e de bons combustíveis, em níveis aceitáveis como ótimos, para um perfeito funcionamento. Desta forma, mesmo atletas que tenham uma excelente constituição física não podem prescindir de uma alimentação equilibrada (bom combustível) e de suplementos alimentares que lhes garantem níveis de nutrientes (vitaminas, minerais, aminoácidos, ácidos graxos, carboidratos, etc.) adequados ao tipo e ao nível da atividade esportiva a ser desenvolvida, sem os quais o desempenho atlético será limitado e enfrentará fracassos e esgotamentos que poderão danificar, seriamente, o seu corpo. Vale ressaltar que o solo no mundo de hoje está pobre em nutrientes, e isto se agrava a cada dia, devido à prática inadequada da agricultura, a explicação é simples, não há um tratamento no sentido de enriquecer as terras entre uma colheita e outra, extraindo assim cada vez mais as riquezas do solo, sem uma compensação desse ato. É por isso que encontramos, por exemplo, mesma fruta, porém cultivada em regiões diferentes, com graus distintos de nutrientes. Esta seria uma das teorias defendida pela Medicina Ortomolecular para o uso de suplementos orais, podendo ser encontrado em diversos estudos científicos que comprovam a importância de nutrientes para uma boa saúde mental e física.

Portanto, tem que se policiar continuamente em relação aos nutrientes e na eliminação de tóxicos que resultam da atividade física extenuante, além de um repouso restaurador. Caso negligencie nestes cuidados, terá um desgaste maior de seu organismo (máquina) e enfrentará um envelhecimento precoce e com doenças incapacitantes.

A medicina Ortomolecular, nos países desenvolvidos, é uma forte aliada da medicina esportiva, proporcionando aos atletas um excelente desempenho competitivo sem a necessidade do uso de drogas e tóxicos que danificam, irreversivelmente, a saúde. Nos Estados Unidos, a medicina esportiva e a medicina ortomolecular são usadas na população atlética, há muitos anos, garantindo àquele país uma continua hegemonia nos esportes olímpicos. E não é uma questão racial, já que atletas imigrantes de outros países, lá vivendo, passam a ter, também, um desempenho destacado.

Os Estados Unidos são o berço da Medicina Ortomolecular. Lá nasceu pelas mãos do notável químico Prof. LINUS PAULING (prêmio Nobel duas vezes) e se consolidou nos trabalhos do Prof. DEHAN HERMANN sobre a importância dos Radicais Livres no desenvolvimento de doenças degenerativas e no envelhecimento precoce.

A medicina ortomolecular concebida por Linus Pauling propõe que: “se todas as substâncias que compõem o nosso corpo estiverem em níveis ótimos, com certeza, o nosso organismo tem todas as condições necessárias para um bom funcionamento. No contrário, gera-se um déficit funcional e se instala uma doença”. Vejamos exemplos: a carência alimentar de ferro resultará numa anemia ferropriva; a diminuição da produção da insulina pelo pâncreas resultará no Diabetes; a carência alimentar de cálcio desenvolverá a osteoporose que fragiliza os ossos e facilita as fraturas. Assim, se corrigimos estas deficiências, administrando Ferro, Insulina e Cálcio, estaremos tratando com bases na medicina ortomolecular, o que é feito por muitos médicos, inclusive alguns que criticam esta metodologia terapêutica.

Da mesma forma que os atletas precisam de uma boa alimentação, suplementação de nutrientes, uso de antioxidantes, etc., para terem um bom desempenho atlético, nós, também, da população geral, necessitamos destas mesmas condutas preventivas para termos um envelhecimento saudável, ou seja, um organismo equilibrado, com todas as substâncias em níveis adequados, perderá menos células, ocorrerão menos doenças degenetarivas, o que significará um envelhecimento lento com uma vida longa e saudável.

Comentários
  1. Evandro (evandroassis3@hotmail.com) disse:
    02/12/2010 - 01:54:40

    Olá Senhores! Inicie um tratamento com a medicina ortomolecular na cidade de Cruzeiro,não pude dar continuidade ao tratamento devido a distancia pois moro em Taubate ,gostaria de saber se existe profissional aqui em Taubaté,se existir por favor me indique. Grato Evandro

  2. lais tavora rachid(laisrachid@bol.com.br) disse:
    22/06/2010 - 16:10:26

    Estou precisando de profissionais para continuar um tratamento antienvelhecimento, se possivel, gostaria saber quais existem em Taubaté ou Pindamonhangaba,agradeço antecipadamente,Lais

  3. dante(dante.oliveira@ig.com.br) disse:
    28/04/2010 - 02:45:46

    moro em taubate e quero telefone de um ortomolecular mais proximo por favor aguardo resposta

  4. Antonio Celso (celsoralha@ig.com.br) disse:
    19/03/2010 - 08:18:02

    Olá sou de Taubaté e gostaria de endereços de clinicas ortomoleculares em Taubaté aguardo obrigado.

  5. Marina(marina23484@hotmail.com) disse:
    17/01/2010 - 22:17:23

    também moro em taubate e gostaria do telefone de um ortomolecular mais proximo por favor aguardo resposta

  6. rosemeire reis(rosedeho@hotmail.com) disse:
    12/01/2010 - 12:24:51

    OLÁ, SOU DE TAUBATÉ E EMEU MARIDO FAZ TRATAMENTO ORTOMOLECULAR EM CRUZEIRO E LÁ FICA DISTANTE DEMAIS. GOSTARIA DE SBER SE EM TAUBATÉ TEM MÉDICO ORTOMOLECULAR.SE TIVER, POR FAVOR ME INDIQUE O TEL. OBRIGADA

  7. ana paula(aprpinesso1@bol.com.br) disse:
    18/10/2009 - 20:56:10

    Moro em Guaratinguetá(Vale do Paraíba) e gostaria de um telefone de um ortomolecular mais próximo por favor estou no aguardo. Obrigada.

  8. ana paula(aprpinesso1@bol.com.br) disse:
    18/10/2009 - 20:55:16

    Moro em Guaratinguetá(Vale do Paraíba) e gostaria de um telefone de um ortomolecular mais próximo por favor estou no aguardo. Obrigada.

  9. FRANCISMARA(franantunes64@hotmail.com) disse:
    11/06/2009 - 00:42:09

    meu nome e fran moro no rgdosul,são gabriel, estou com doeça degenerativa na coluna segundo os médico que fui não tem o que fazer, tenho 44 anos e segundo eles minha coluna e de uma pessoa de 80 anos, vertebras descalcificando e varios bico de papagaio, quando tenho crise de uma a duas vezes ao mes é horrivel sinto fortes dores de cabeça vomito e tontura no maximo uma semana,tenho formigamento nas mãos e falta de movimento será que tem o que fazer, alguma solução para meu caso me perunto quando eu tiver 80 anos como vou estar se é que vou chegar até lá grato pela atençao;obrigaga fran

  10. Marcio Antonio Alves(alvesmarcioantonio@yahoo.com.br) disse:
    13/04/2009 - 00:56:17

    Caro srs eu resido em sao jose dos campos e gostaria de saber se aqui no vale do paraiba exitem profissionais que tratam deste assunto sobre medicina ortomolecular pois para me deslocar daqui pra ir até a capital de sao paulo fica meio dificil. Grato pela atenção e no aguardo de uma resposta; Marcio Antonio alves

  11. jane(jane-stos@hotmail.com) disse:
    12/03/2009 - 14:16:36

    moro em taubate e quero telefone de um ortomolecular mais proximo por favor aguardo resposta

Comente!

Comentário (campo obrigatório)

Caracteres restantes: 10000

*Os conteúdos colocados aqui nessa coluna, são de responsabilidades de seus idealizadores.
Para nossa segurança, é gravado o IP de todas as pessoas que mandam mensagens, com isso podemos descobrir de onde foi enviado os comentários, então pedimos que respeitem as opiniões dos colunistas e que escrevam sem ofensas, e sem palavras de baixo calão.

Mascote Portal Paraíba

© 2003-2017. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.