Mascote Portal Paraíba

Maria Rosa

Graduada em Administração, pelo Instituto de Educação Superior - IESP e Pós-Graduada em Serviços de Saúde, pelo IESP. Já exerceu cargos como Administradora Hospitalar e Gerente Comercial nesta capital, e atual Professora dos Cursos de Enfermagem, Radiologia e Segurança do Trabalho.

Publicado em 11/05/2009 às 09:28:35

O que é a Gripe Suína??

O que é a Gripe Suína??

O Ministério da Saúde divulgou na tarde deste domingo que o número de casos confirmados de Influenza A (H1N1), mais conhecida como gripe suína, no Brasil subiu de seis para oito, sendo 6 com vínculo de viagens internacionais e dois autóctones (dentro do território nacional). O Rio de Janeiro com o anúncio de hoje, soma 3 casos, sendo dois de transmissão autóctone, vinculados ao primeiro, que contraiu a doença no México.

O segundo caso de hoje, foi confirmado no Rio Grande do Sul. A vítima estava na Europa, tendo passado por vários países como, Itália, Espanha, Hungria, Alemanha, entre outros. Mesmo assim, o ministério havia divulgado que caiu de 30 para 18 o número de casos suspeitos da gripe suína no país.

Pandemia Mundial

A gripe suína já infectou 4.379 pessoas em 29 países, até o dia 10 de maio. A Organização Mundial da Saúde (OMS), aumentando a contagem de doentes em quase mil pessoas de um dia para outro.
A agência da ONU disse que o México já detectou 45 mortes e mais de 1.626 casos confirmados da doença.
A gripe suína, é um novo tipo de gripe que é uma mistura genética de vírus suínos, aviários e humanos.
Nos EUA, a OMS já relatou mais de 2.254 casos com três mortes detectadas. No Canadá já elevou o número para 280 casos com 1 morte. Costa Rica, já tem 8 casos registrados.

Os países europeus com casos confirmados em laboratórios da OMS incluem a Espanha (93), Reino Unido (55), Alemanha (11), Itália (9), França (12), Portugal (1), Irlanda (1), Holanda (3), Áustria (1), Dinamarca (1), Suécia (1), Suíça (1) e Polônia (1).

A OMS também confirmou os números de doentes em outras partes do mundo: Israel (7), Nova Zelândia (7), Brasil (8), Japão (4), Panamá (15), Coréia do Sul (3), El Salvador (2), Hong Kong, China (1), Guatemala (1), Colômbia (189), Argentina (1) e Austrália (1).

Na semana passada Margaret Chan, diretora geral da OMS, elevou o alerta global de pandemia ao nível 5 (de um nível máximo de 6), em resposta à difusão da gripe H1N1. O nível 5 indica a iminência de pandemia.

A OMS também repetiu a orientação de que as viagens internacionais não devem ser restritas em função do surto.

O que é a Gripe Suína??

A influenza A subtipo H1N1, chamada anteriormente de gripe suína ou gripe porcina, gripe mexicana, gripe norte-americana, influenza norte-americana ou nova gripe, é uma doença infectocontagiosa ocasionada por uma variante do Influenzavirus A H1N1. Teve início no México em abril de 2009 e começou a espalhar-se pelo mundo gradativamente. O vírus original da gripe suína foi isolado pela primeira vez em 1930 em um porco.

A contaminação se dá da mesma forma que a gripe comum, por via aérea, contato direto com o infectado, ou indireto (através das mãos) com objetos contaminados. Não há contaminação pelo consumo de carne ou produtos suínos.

Cozinhar a carne de porco a 70 graus Celsius destrói quaisquer microorganismos patogênicos. Não foram identificados animais (porcos) doentes no local da epidemia (México). Trata-se, possivelmente, de um vírus mutante, com material genético das gripes humana, aviária e suína.

A infecção ocorre em pessoas em contato direto e constante com estes animais, como agricultores e outros profissionais da área. A transmissão entre pessoas e suínos pode ocorrer de forma direta ou indireta, através das secreções respiratórias, ao contactar ou inalar partículas infectadas. O quadro clínico da infecção pelo vírus da gripe suína é em geral idêntico ao de uma gripe humana sazonal.
Assim como a gripe humana comum, a influenza A (H1N1) apresenta como sintomas febre repentina, fadiga, dores pelo corpo, tosse. Esse novo surto, aparentemente, também causa mais diarréia e vômitos que a gripe convencional.

De acordo com a OMS, os medicamentos antiviral oseltamivir e zanamivir, em testes iniciais mostraram-se efetivos contra o vírus H1N1. Ter hábitos de higiene regular, como lavar as mãos, é uma das formas de prevenir a transmissão da doença.

Existe uma vacina para os porcos, porém ainda não se descobriu uma que possa ser utilizada pelos humanos. A vacina destinada à prevenção da gripe "convencional" oferece pouca ou nenhuma proteção contra o vírus H1N1. O Japão anunciou que pretende desenvolver uma vacina eficaz. Também o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) estão a investigar formas de tratamento. O Instituto Butantan, em São Paulo, está colaborando com a Organização Mundial de Saúde em uma pesquisa para elaborar uma vacina preventiva contra a gripe suína e tem previsão de finalizar o processo dentro de quatro a seis meses.

Com informações da Reuters, Uol e Terra.

Comentários
  1. Plinio Santana Araujo(gerencia@xsette.com.br) disse:
    08/09/2010 - 10:42:09

    Boa matéria sobre a gripe

  2. LINTON BARROS JR(linton@unimed-nne.com.br) disse:
    05/04/2010 - 16:50:16

    minha amiga que bom que vc esta escrevendo,parabens agora sou seu leitor assiduo.o tema super atual de interesse da comunidade .grande beijo.

  3. Eliel Neves(elielneves@hotmail.com) disse:
    06/01/2010 - 16:00:08

    Essa é uma professora de verdade e excelente profissional. Sucesso sempre Maria Rosa.

Comente!

Comentário (campo obrigatório)

Caracteres restantes: 10000

*Os conteúdos colocados aqui nessa coluna, são de responsabilidades de seus idealizadores.
Para nossa segurança, é gravado o IP de todas as pessoas que mandam mensagens, com isso podemos descobrir de onde foi enviado os comentários, então pedimos que respeitem as opiniões dos colunistas e que escrevam sem ofensas, e sem palavras de baixo calão.

Mascote Portal Paraíba

© 2003-2017. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.